Desigualdade social é tema de entrevista do Brasil que queremos

O geográfo, urbanista e professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), Aldo Paviani, é o convidado da segunda edição do “2022 O Brasil que queremos”, programa de entrevistas que foi estreado pela TV SUPREN na semana passada. Na pauta, um dos fenômenos que afetam o Brasil e a maioria dos países: desigualdade social e em infraestrutura.

No programa desta terça-feira (3), o coordenador do Grupo de Estudo de Construção do Espaço Geográfico do Movimento 2022, Aldo Paviani, chama atenção para a desigualdade social, que, segundo ele, também se reflete fortemente na ocupação desigual do espaço, com contrastes alarmantes de centros e periferias de grandes espaços urbanos, a exemplo da capital federal.       

No decorrer do programa, o entrevistado defende que a evolução urbana precisa ser pensada com zelo à questão ambiental dos biomas e nascentes, para que o desenvolvimento da sociedade possa se dar em direção a futuros menos caóticos. Ele aponta também para a necessidade de priorizar, dentro das agendas governamentais, análises geográficas que compreendam a forma que se comporta e comportará o espaço urbano, para assim implantar medidas políticas que, em longo prazo, possam corrigir os rumos atuais.   

Assista aqui, a entrevista completa com Paviani, sob o comando do professor emérito da UnB Isaac Roitman.

Deixe um comentário